quarta-feira, 8 de abril de 2015

MEDITAÇÕES XII




Serve incondicionalmente
o teu semelhante.

Se a sua boca secar,
rega-a com a água que brota
da tua fonte 
mais profunda;

se a sua fome se fizer sentir,
sacia-a com o pão que amassas
na madrugada de cada dia.

Dá sorrisos a quem te der rosas
e pétalas a quem espinhos te der
– assim entenderás o alcance
de um maduro amor.

Serve incondicionalmente
o teu semelhante.

Verás a tua íntima imagem
no brilho daquele que cuidas,
como uma estrela que reluz
no âmago do seu par.



PBC.





(Fonte: www.pinterest.com)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.